Pesquisa do Google

Carregando...

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

História Curta... e Triste


A vida passava rápido. Enquanto caía da bicicleta, sua vida passava diante de seus olhos: Nasceu, cresceu, estudou, casou-se e teve dois filhos. Bateu a cabeça no chão e morreu.

História Curta

Cansado, fitava a parede. Era obcecado por personagens de desenhos infantis. Lembrava, com nojo, de sua infância, quando assistia animações na televisão. Estava alucinando. Desmaia.

O Homem que Matou Getúlio Vargas


Trago mais um excelente livro do brilhante escritor Jô Soares.
Em "O Homem que Matou Getúlio Vargas", ele escolhe destacar as biografias.
O livro é uma biografia fictícia do assassino "profissional" Dimitri Borja Korozec, de mãe brasileira e pai sérvio.
Nasceu na Bósnia, na cidade de Banja Luka, em 1897. Desde cedo mostrava-se um verdadeiro assassino, terrorista e anarquista. Seu pai, membro da Ujedinjenje ili Smrt (Mão Negra), levou Dimitri ao seu mestre: Dragutin Dimitrijevic.
Foi imediatamente aceito na Skola Atentatora, onde desenvolveu uma pontaria incrível, mas não deixou de ser um tanto desajeitado.
Jô Soares cobre, então, um período de quarenta anos. De 1914 até 1954, Dimitri passou por praticamente todo o mundo e conheceu pessoas como Al Capone, Mata Hari, Franklin Roosevelt, e quase matou Fransisco Ferdinando, quase desencadeando a Primeira Grande Guerra. Conheceu também Pablo Picasso, inúmeros generais da guerra, cientistas e em especial Getúlio Vargas, seu tio.

"Um anarquista que se especializa em assassinato político e que tem uma espantosa dificuldade em realizar as metas que propõe. [...] Será sempre o homem certo na hora errada. É um sujeito que sofre de uma 'propensão natural para a catástrofe'. [...] Sua pontaria é prodigiosa, mas bastou mirar que ele mesmo se tornou a primeira vítima."

O Xangô de Baker Street


Comecei a leitura, por indicação de uma professora, do livro "O Xangô de Baker Street", de Jô Soares. Tenho de adimitir que fiquei impressionado.
O livro é uma reconstituição do século XIX, no Brasil, Rio de Janeiro. O que o leitor não esperava, é que a história é uma "salada de frutas" entre realidade e ficção.
A história é, basicamente, sobre as façanhas de um Serial Killer (versão brasileira de Jack, O "Estripador") e as tentativas desesperadas da polícia Brasileira de encontrar e prender este assassino incompreensível que corta as orelhas de suas vítimas e se realiza plenamente ao devorar os órgãos de suas vítimas, todas prostitutas, ou, segundo o vocabulário de Jô Soares, putas.
Ao mesmo tempo, ocorre o desaparecimento misterioso do último violino Stradivarius, feito pelo gênio dos instrumentos Antonio Stradivari, que pertencia, na época, à Baronesa de Avaré.
Para solucionar o crime, o imperador D. Pedro II "importa" o detetive inglês Sherlock Holmes, e seu insubstituível companheiro Dr. Watson.
Após chegar ao Brasil, Holmes imediatamente descobre que os assassinatos e o roubo, foram cometidos pela mesma pessoa.
Com seu humor inigualável e seu grande conhecimento da história brasileira, Jô Soares resgata figuras importantíssimas da história (como D. Pedro II, Sarah Bernhardt e o detetive Mello Pimenta) e também personagens fictícios, relacionando-os e gerando uma intrigante história que prova que os crimes brasileiros "não são tão elementares assim, caro leitor" (segundo Jô Soares).

sábado, 19 de março de 2011

Eco4planet.com: você acessa, eles plantam árvores!


Caros leitores (presumo que não sejam muitos, ou até mesmo nenhum, por isso estarei possivelmente falando com ninguém agora), quero lhes apresentar a excelente e ecológica ferramenta de pesquisa que uso desde o início de 2010:

"O eco4planet é um portal de tecno-ecologia, oferecendo buscas via Google™ CSE, mantendo assim a mundialmente reconhecida qualidade dos resultados, em estrutura também rápida e simples.
Além disso oferece conteúdo e ferramentas para compartilhamento de informações ligadas à sustentabilidade e meio ambiente, como este blog, fórum e twitter.
Seu maior diferencial é a atuação direta através do plantio de árvores baseado no número de visitas recebidas e a possibilidade de uso em tema preto que pode economizar até 20% da energia consumida pelo monitor se comparado ao tradicional fundo branco."

É isso mesmo gente, querem tirar pelo menos um pouco de peso da sua consciência? Acessem e usem o eco4planet.com!!!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Só Loucura


"Só Loucura", de Andy Griffiths, ilustrado por Terry Denton é um livro de humor um tanto diferente, que além de divertir o leitor também conta uma história bem interessante.
Andy G. é mundialmente famoso por seus livros, tendo em destaque a série "Irada".
Em "Só Loucura", temos como personagem principal o próprio autor, que conta histórias [não verídicas e não aconselháveis de reprodução] sobre sua vida com seu cão Fuligem e seu amigo Danny, que juntos fazem coisas bizarras porém "tão-engraçadas-que-dá-pra-cair-no-chão-e-rolar-de-tanto-rir".
A série é dividida em vários livros, que por sua vez são divididos em vários capítulos que contam diferentes episódios sobre a vida de Andy em sua cidade, como na vez em que ele tentou tirar um band-aid de 6 meses atrás e quando ele acidentalente caiu dentro do caminhão do lixo na tentativa desesperada de entregar o lixo ao lixeiro.

Greve na Escola

"Greve na Escola" é um livro da autora Ivana Versiani, com as excelentes ilustrações de Fernando Luiz.
O livro em si, fala sobre o início da adolescência, um período da vida que envolve muito mais do que as mudanças do corpo e a passagem para a vida adulta. A adolescência é uma fase de descobertas, novas amizades, de dúvidas e também muito estresse.
Além disso, como tema do livro, há a luta pelos direitos e as injustiças contra os adolescentes, que causaram a "Greve na Escola".
Zelinha e Zulma, personagens principais, farão o posspivel para zelar pela justiça na escola, e descobrirão que o mundo é muito mais interessante do que contavam.

A Criatura da Mina

"A Criatura da Mina", de Ateneia Feijó, é uma história que envolve o leitor com suspense, emoção e intriga.
Tudo começa com uma manhã tranquila em Socavão, onde maior parte dos trabalhadores estão indo para as minas de carvão, inclusive muitos parentes de Antônio Bereta, nosso personagem principal.
Naquela pequena cidade, quase todos trabalhavam na mina, deixando a deserta no período da manhã, e em boa parte do período da tarde.
A tranquilidade acaba quando Antônio acorda pela manhã devido a um forte e estranho tremor em toda a cidade. O tremor na verdade foi uma explosão na mina, causando um grande desabamento. Todos saem vivos, graças ao avô de Antônio, que arriscou a vida para salvar os mineiros que não tinham escapado.
Naquela tarde, os investigadores acham que o motivo da explosão foi a combinação do alto nível de metano no ar combinado a uma faísca, mas na verdade há muito mais que metano e faíscas no jogo...

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Meu Tio Gus é um Anão de Jardim

"Meu Tio Gus é um Anão de Jardim", de Jackie French, faz parte da coleção de livros Famílias Malucas, que leva em tema as anormalidades familiares. Mas não as do dia-a-dia, as anormalidades até então nunca vistas, como uma família de lobisomens ou uma avó gorila que faz ótimas tortas de banana.
Este livro da coleção, fala sobre a vida de Tom, que mora numa casa nada convencional, numa cidade nada convencional, com uma família nada convencional, levando uma vida nada convencional.
Tudo vai bem, até que surge o conflito da história, Grizela, a garota mais rica da escola de Tom, pede à sua mãe, a Bruxa Mais Poderosa Do Mundo (está maiúsculo por ser o nome dela) para jogar uma maldição em Tom. Então tom vira o garoto mais azarado da turma.
Mas ele descobre uma pista vital para a solução de seu problema: Grizela diz que joga maldições nas pessoas por fazer ela mais feliz.
Tom logo pensa no seu tio Gus, que tem poderes para deixar as pessoas mais felizes.
Será que seus poderes vão ser suficientes para acabar com essa história de uma vez por todas? Eu não vou contar para não perder a graça e o suspense!

Operação Nova York

"Operação Nova York", de Luiz Antonio Aguiar, fala sobre as ilusões que as pessoas têm sobre as grandes metrópoles. Dôda, uma adolescente assim como qualquer outra, iria passar as férias na grande e movimentada Nova York. Porém, a viagem saiu do esperado, pois Joubert, o seu pai, trouxe a chata (na opinião de Dôda) namorada dele, Marinara.
Além disso, Dôda não esperava pela alta taxa de criminalidade da metrópole, sendo que em seu hotel não faltava nada: alarmes falsos, roubos, sequestros e até assassinatos!
Dôda estava desesperada com a situação, e para piorar, quando dá por si, ela estava envolvida numa intriga internacional no meio de gangsters.
Agora ela terá de libertar seu pai das garras dos bandidos. Será que ainda dá tempo de ela conhecer a Nova York de seus sonhos?